4.2 Definindo o número da versão

 

É neste momento que se define como será a numeração de versão de software para o produto, PAULA FILHO (2003), explica como é feito o versionamento através de números da seguinte forma:

 

As versões de um produto serão indicadas por números primários, secundário e terciário. Por exemplo, em X.Y.Z, X é o número primário, Y o secundário e Z o terciário. O número terciário pode ser omitido quando valer zero.

A numeração depende da natureza do projeto:

Se o projeto for de evolução, o número primário será incrementado de um e os outros, zerados (X+1.0.0). Produtos de mesmo nome com números primários diferentes podem coexistir.

Se o projeto for de melhoria, a alteração será no número secundário (X.Y+1.0), mantendo o primário e zerando o terciário.

Se o projeto for de transporte, deve-se incrementar o número terciário (X.Y.Z+1) e manter os outros números. (PAULA FILHO, 2003. p. 538)

 

Com esta explicação entendemos e passamos a definir logo no inicio do processo como trataremos o versionamento dos produtos de software que serão disponibilizados ao fim da construção e durante o ciclo de vida do software.

 

Comments