3.3.3 Team Foundation Server


 

No artigo de Igor Ababe V. Leite, instrutor oficial da Microsoft, publicado no site da Microsot ele comenta:

 

O Team Foundation Server é um servidor de Gerência de Configuração de Software de última geração. Ele oferece o estado-da-arte em termos de gerenciamento de work items  (“itens de trabalho”) e controle de versão. Ele faz parte da família de produtos Visual Studio 2005 Team System. Como consequência, o Visual Studio 2005 (versões Professional e Team Editions) é a ferramenta que oferece o maior nível de integração com o TFS – em especial com o TFVC, Team Foundation Version Control2.

 

Para poder utilizar o TFS, a princípio é necessário ter o Visual Studio instalado, ou através da API MSSCCI, criada inicialmente para o Visual Sourcesafe, o TFS possui um MSSCCI provider que permite a todas as ferramentas da Microsoft que utilizam esta API ter uma integração como o TFS. Após instalar o Team Foundation Client e o TFS MSSCCI Provider ferramentas como o Visual Studio .NET 2003, Visual Basic e Access 2003.

 

Para quem não utiliza ferramentas que possuem suporte nativo ao TFS podem utilizar ferramentas de terceiros para esta integração, segundo Igor Abade há ferramentas que permitem o acesso ao TFS através de outras plataformas como MAC e Linux, o Teamprise é uma destas ferramentas que permite o acesso nativo ao TFS a partir da IDE Eclipse, como e desenvolvido em Java, pode ser utilizado em qualquer plataforma que suporte máquina virtua java e rode a IDE Eclipse.

 

O TFS tem um acesso web diferenciado, ele permite mesmo sem nenhuma ferramenta como o Team Foundation Client, acesso através dos protocolos HTTP+SOAP, com isso um desenvolvedor pode estar até mesmo em sua casa que terá acesso aos recursos de leitura e gravação no servidor, sem mesmo utilizar uma VPN – Virtual Private Network (Rede Virtual Privada).

 

        1. 3.3.3.1 Algumas característica do TFS 

 

 

Supera deficiências do SourceSafe;

É integrado a rastreamento e reportagem de work itens;

Sua base está em um SQL Server;

É implementado como um Web Service no VS Team Foundation;

A parte cliente (Team Foundation Client) é integrada ao Visual Studio;

Modelo padrão de Check-out através de copy-modify-merge;

commit atômico transacional;

Utiliza como Back-end o Sql Server;

Possui segurança integrada ao windows;

Possui rastreabilidade de mudanças através de work-items;

Permite política de check-ins.

 



2. Leite , Igor Abade. Team Foundation Server como controle de versão universal. Disponível em <http://www.microsoft.com/Brasil/msdn/Tecnologias/vs2005/tfs.mspx>. Acesso em 30 Ago. de 2009.

Subpáginas (1): 3.3.4 Perforce
Comments